Escultura em massa plástica, utilizando de reciclagem de peças de computador, banda de gesso, cordas de violão.

O trabalho resultou da reciclagem da própria máscara que um belo dia foi ao chão, partindo-se em vários pedaços. Estes fragmentos ficaram guardados por quase 4 anos, quando surgiu a ideia da escultura.

Man at Work, exprime a nossa simbiose diária que o mundo digital nos impôs.

Os pedaços faltando, que expõe o interior da face, realmente foram perdidos.

Esta é a principal beleza da arte. A própria peça acontece da maneira que deve ser.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *